Programa Saúde nas Escolas – Atividade de verificação de peso, estatura e situação vacinal foi realizada com alunos da Creche Municipal Santa Cecília

Foto: Rede social/Aline Laureano

A manhã da última quinta-feira, (21/09), foi dia de promover saúde na escola para alunos da Creche Municipal Santa Cecília. Agentes comunitários de saúde e demais profissionais da saúde municipal realizaram atividade de medição de altura, verificação do peso e situação vacinal com as crianças, por meio do Programa Saúde nas Escolas (PSE).

A ação foi uma iniciativa entre a Secretaria Municipal de Saúde e de Educação, onde  as atividades se fundamentaram no monitoramento e avaliação da Saúde dos alunos, como sendo um dos propósitos do Programa Saúde nas Escolas, que objetiva ser um instrumento de contribuição para a formação integral de estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde.

Essa ação de saúde na creche  foi organizada por a equipe de profissionais da saúde Dr. Esdras Guedes e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF). Enfermeira, Nutricionista, Técnica em enfermagem e Agentes comunitários de saúde, foram os profissionais envolvidos na atividade.  

“Avaliar o peso e altura das crianças, ver quais estão com baixo ou alto peso e as quais se encontravam com vacinas atrasadas para encaminhar as mesmas para a unidade”, explicou a Agente comunitária de saúde, Luciene Freitas, sobre o objetivo da ação.

Foto: Rede social/Aline Laureano

Foram ao todo 175 crianças atendidas na medição de altura, verificação do peso e situação vacinal. Para a moradora de Maturéia e mãe do pequeno Jhonny, Enedina da silva, a ação de saúde realizada na creche foi uma forma mais pratica para atender as crianças, sendo desenvolvida na própria instituição de ensino. “Sempre gosto das ações realizadas na creche, pois sempre procuram fazer o bem para as crianças”, elogiou.           

A Diretora da Creche Municipal Santa Cecília, Antonia Laureano, destaca a importância da ação sendo o objetivo maior a promoção da saúde. “A importância que eu acho para as crianças é realmente a saúde, porque além deles (Profissionais da saúde) cobrarem a presença dos pais e as vacinas em dias na unidade de saúde, eles ainda vêm onde estão as crianças” destacou.