Imagem

 

 

A Secretaria Municipal de Educação divulgou o protocolo de retorno às aulas presenciais, com o planejamento de ações conjuntas que asseguram a segurança, atenção, proteção e respeito a toda comunidade escolar no momento de retorno às aulas presenciais durante o período da pandemia da Covid-19. O retorno está previsto para o dia 05 de outubro.

O protocolo dispõe sobre ações de enfrentamento da covid-19 no cenário escolar abordando aspectos sanitários e de biossegurança, como organizar horários de entrada e saída dos estudantes, evitando aglomeração; manter distância de pelo menos um metro entre os estudantes, trabalhadores da educação e colaboradores de ensino para ambientes com ventilação natural e 1,5m para ambientes com ventilação artificial, em todo estabelecimento de ensino e evitar áreas comuns como pátios, bibliotecas e quadras. No caso de práticas de atividades físicas, será optado por atividades individuais e ao ar livre, mantendo distanciamento de no mínimo um metro.

Será evitado o uso coletivo de parquinhos infantis na Educação Infantil e mantido lugares fixos para os estudantes em sala de aula, marcando as cadeiras com os nomes dos estudantes, além de outras medidas.

Será disponibilizado na entrada da escola, tapete sanitário para higienização dos pés, álcool em gel 70% para higienização das mãos e termômetro infravermelho para aferição da temperatura de todos que adentrarem o ambiente escolar. Ainda será disponibilizar dois funcionários para monitorar e subsidiar os protocolos de higiene na entrada da escola. Nos casos em que o processo de aferição identificar temperaturas superiores a 37,5° a pessoa deverá ser direcionada a uma sala de isolamento, para que se realize uma nova aferição, cinco a dez minutos depois com o mesmo aparelho, caso a temperatura do estudante permaneça elevada, a família será comunicada, convocada a comparecer à escola e orientada a acompanhar o filho ao posto de saúde do Município. Tratando-se de funcionários, os mesmos serão imediatamente encaminhados ao posto de saúde do município.

A comunidade escolar será orientada quanto ao uso obrigatório e contínuo da máscara em todas as dependências do estabelecimento de ensino, realizando a troca de quatro em quatro horas, dispondo de uma máscara reserva e sacos plásticos, para no momento da refeição (merenda) ou da troca acomodar a máscara descartada. Haverá disponibilização de álcool em gel, a 70% em cada sala de aula e em pontos estratégicos que atendam a toda comunidade escolar.

O protocolo ainda prevê que aspectos do transporte escolar. Será reduzido no transporte escolar o número de estudantes por veículo, permitindo apenas o transporte de estudantes sentados; e serão demarcados nos transportes os lugares que poderão ser ocupados por estudantes. Será obrigatório o uso de máscara durante todo o período em que o estudante estiver fazendo uso do transporte escola.

 

Veja o protocolo na íntegra