Imagem

 

Nesta quarta-feira (27) foi realizada a I Conferência Municipal de Saúde Mental de Matureia, com tema central sobre a política de saúde mental como direito, destacando serviços prioritários da atenção psicossocial no Sistema Único de Saúde (SUS).

O evento contou com a presença de profissionais de saúde e educação, representantes do poder executivo e legislativo do município e populares. Em grupos, os participantes discutiram propostas em torno da política de saúde mental com base nos eixos da temática central da conferência.

Foram feitas propostas sobre o cuidado em liberdade como garantia de direito à cidadania; gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental; e política de saúde mental, os princípios do SUS e os impactos na saúde mental da população e desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia.

A finalidade da conferência foi discutir princípios da saúde mental e os meios para alcançar o fortalecimento das políticas públicas voltadas à saúde mental, conforme eixo principal da conferência “Fortalecer e garantir as políticas públicas: o SUS, o cuidado de saúde mental em liberdade e o respeito aos direitos humanos”.